Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Publicidade
Alberto Carlos Almeida Por Alberto Carlos Almeida Opinião política baseada em fatos
O árbitro do conflito entre a base da pirâmide social e empresários e investidores acerca do auxílio emergencial é o mundo político
Uma pesquisa mundial realizada em 28 países mostra que nós só perdemos para os indianos no desejo de se imunizar
Há quem ache que com Trump a democracia tinha morrido. Argumentam que hoje ela renasceu. As duas coisas nunca aconteceram
Brasil acima de tudo depende de uma competência que Bolsonaro não tem, a de alguém com a vocação para a política
A Índia não ganha nada exportando vacinas para o Brasil, e Narendra Modi defende os interesses da Índia
Como o Brasil não tem sua própria vacina, teremos que ceder algo para os chineses a fim de imunizarmos 210 milhões de pessoas
Imagine-se candidatos a deputado federal: Haddad, Rui Costa, Camilo Santana e Wellington Dias. Eis o trunfo.
O presidente caminha para disputar a sua reeleição em 2022, com o apoio dos Crivellas da vida
Retirar Bolsonaro sem o devido e necessário desgaste abriria o risco de seu retorno triunfal
O Presidente representa a mentalidade dominante quanto ao fatalismo diante da morte, por isso sua avaliação não piora no auge da pandemia
Por obra do acaso - o erro de dosagem de Oxford - a aposta de Bolsonaro ficou para trás
A proximidade da saída de Maia da presidência da Casa já é considerada um alívio
Na política o número de pessoas apoiando importa, ainda mais quando se trata de eleição
Foram necessários que se passassem 17 anos para que uma lei ultrapassada pela tecnologia fosse declarada inconstitucional
A eventual vitória de Lira irá selar e consolidar a entrada da direita política no governo Bolsonaro
Bolsonaro é um radical de direita, ele faz tudo o que pode para fidelizar os eleitores que são tão radicais quanto ele
O Ministro Gilmar Mendes tem muito mais poder do que a maioria imagina, e seus tentáculos são longos e fortes
Qualquer que seja o resultado da eleição, o presidente Bolsonaro tende a contar com um presidente da Câmara mais amigável do que foi Rodrigo Maia
Nem mesmo os juízes de nosso mais elevado tribunal deixam de ser brasileiros quanto interpretam a Constituição
Os ataques públicos de Ciro aos seus colegas de atividade política são um padrão de comportamento de alguém não confiável
Publicidade